quinta-feira, 17 de novembro de 2016

#JuntosSomosMaisFortes


Paz do Senhor,
Comunico aos nobres companheiros e parceiros na Missão que aceitei concorrer na próxima eleição de nossa CGADB. Estou concorrendo ao cargo de Conselheiro Fiscal apoiado pelo candidato a Presidente da CGADB Pr Samuel Câmara.

O que me levou a aceitar tal desafio?

Bem, entendo que, no que diz respeito a nossa denominação, nesse caso específico a Convenção Geral, um ciclo está se fechando e, sendo assim, estamos em um momento de transição. Transição que, sendo bem feita, pode contribuir para que a belíssima história da AD dentro do Movimento Pentecostal continue a ser escrita para a Glória de Deus.

Nessas duas décadas a minha caminhada ministerial manteve-se atrelada a ação Pastoral Missionária com dois focos vocacionais: A Missão Transcultural e a formação Teológica. Obviamente que reconheço tudo o que foi feito até aqui, mas é justamente em um momento de transição que podemos ser tentados a nos agarrar a um passado (glorioso é verdade!), e criarmos um bloqueio de compreensão (inclusive da voz de Deus) e perdermos a condição de sonhar, de crer e ousar fazer  grandes coisas para Deus, e com isso deixar passar a oportunidade de sermos instrumentos do Agir de DEUS. Acredito que em momentos de transição as bases já lançadas não podem ser implodidas, mas sim avançar à partir do que já está estabelecido.

As propostas do Pr. Samuel, ao meu ver, caminham nessa direção. Entre as suas principais propostas, duas me encantam: rotatividade de Presidentes e Mesa Diretora da CGADB – isso possibilitará que companheiros de todas as regiões desse Brasil continental possam dar a sua contribuição (de forma significativa) à nossa Convenção e por conseguinte à Igreja no Brasil. Uma outra proposta é o desenvolvimento de estratégias e impactos evangelísticos no Brasil e no mundo. Essa proposta, por si só, já demonstra a visão de parcerias, trabalhos em conjunto das igrejas. Demonstra que as Igrejas terão voz e serão ouvidas, motivadas e apoiadas em suas atividades Missionárias.

Relutei até certo ponto, mas com a compreensão de ser este um tempo necessário, pois “para tudo há um tempo determinado”, e que “não nos compete decidir o tempo, mas sim o que fazer com o tempo que nos é dado”; após ouvir e fazer as ponderações necessárias, coloco-me à disposição. Se o Senhor permitir que esse pequeno servo seja eleito, o meu compromisso é exercer a função com dignidade e zelo, além de ser uma voz junto a Mesa Diretora para o desenvolvimento dos projetos relacionados à Missão e o constante processo de formação/aperfeiçoamento de nossa liderança e igrejas de modo geral.

Em Cristo e pelo Reino,

Pr Eduardo Leandro Alves
Mestre e Doutorando em Teologia Prática (Stricto sensu reconhecido pelo MEC). Curso de Práticas Financeiras e contábeis; Pós Graduado em Gestão educacional; Mestre em Missiologia; Diretor Executivo da Associação CEAD-PB (Centro Educacional da Assembleia de Deus na Paraíba); Presidente do Fórum de Líderes de Missões das AD do Nordeste; Secretário Executivo da SEMAD-PB. Casado com Ângela Reiner Alves e pai do Eduardo Jr e Maria Luíza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário